Reservas online
 
 

Tel. (67) 3255-5100

 
 

Boca da Onça Ecotur

Boca da Onça Ecotur

 

Uma caminhada de quatro quilômetros por mata preservada, em trilhas que proporcionam total segurança, levam você até onze cachoeiras, dentre elas a deslumbrante Cachoeira Boca da Onça com 156 metros de queda livre – a mais alta do estado do Mato Grosso do Sul. Você pode relaxar em piscinas naturais translúcidas e se refrescar nas águas do Rio Salobra, um dos berçários dos peixes do Pantanal.
No meio do trajeto há um ponto de apoio – o quiosque - que dispõe de bar, banheiros e enfermaria. Uma agradável pausa para observar a mata e os paredões de calcário. Para retornar ao receptivo há duas maneiras: pela fascinante escada de 886 degraus construída ao longo do paredão de calcário, onde, ao final, se tem uma visão inesquecível do cânion do rio Salobra e da área de descida do rapel. No topo, uma merecida ducha. Ou com a jardineira Oncinha - veículo com capacidade para 12 pessoas, cujo ponto de partida é o quiosque. Essa atividade, assim como todas as outras que são organizadas pela Boca da Onça Ecotour, oferece toda a segurança ao visitante. Todo trajeto é acompanhado por guias especializados, treinados no local e munidos de rádios transmissores e de mochilas com material para primeiros socorros. O receptivo da Boca da Onça dispõe de duas piscinas de água corrente, uma delas com peixes(Cacharas, Piraputangas, Dourados, Piarucús e Corimbas), redário, terraço, ducha natural, bar, vestiários, lojinha de souvenirs,salão de jogos e um ótimo restaurante onde é servido o almoço tipico da região feito em fogão a lenha.

Rapel: R$ 360,00 com almoço (a partir de 12 anos): O rapel da Boca da Onça é pura adrenalina. É considerado o mais alto rapel de plataforma do Brasil: uma descida de 90 metros de altura plena de emoções. O Cânion do Rio Salobra é o cenário perfeito para a prática do rapel. O rio nasce nas escarpas da Serra da Bodoquena e segue o seu caminho através de um imenso cânion escavado na rocha calcária. É um afluente do Rio Miranda e pertence à bacia hidrográfica do Rio Paraguai. É considerado um rio cênico - protegido por lei - e um dos berçários dos peixes do Pantanal. Os paredões verticais do cânion são maravilhosas formações rochosas esculpidas há milhões de anos pela força da água e abrigam grutas inexploradas e locais desconhecidos. Para evitar o desgaste das delicadas rochas calcárias, a operação do rapel é feita em negativo – sem o apoio dos pés na pedra. Para viabilizar a prática, foi construída uma estrutura metálica de 34 metros de comprimento que avança 15 metros sobre o precipício.

Baixa temporada: Trilha/Cachoeira: R$ 202,00 Criança (07-11): R$ 160,00
Rapel: R$ 430,00 com almoço (a partir de 12 anos)

Alta temporada: Trilha/Cachoeira: R$ 238,00 Criança (07-11): R$ 190,00.
Rapel: R$ 499,00 com almoço (a partir de 12 anos)

O que levar: Tênis, roupa de banho, toalha, repelente e protetor solar.
Duração: Dia todo.

 

Mais Informações

Preencha o formulário abaixo ou ligue no Tel. 67 3255 5196 - 8188-0304 - brasilbonito1@wetiga.com.br